Escolha uma Página

Mais de 65 milhões de pessoas. Essa é a quantidade de pessoas que, segundo a ONU, buscaram asilo político ou fugiram de áreas de conflito apenas em 2016. É um índice superior ao de pessoas que escaparam de suas terras natais durante a 2ª Guerra Mundial, que variou entre 50 e 60 milhões. Os conflitos na Síria, apontados como uma das maiores crises humanitárias da atualidade, fez com que grande parte da sua população buscasse socorro em outras nações, especialmente as europeias.

Esse êxodo praticamente dividiu o mundo em dois: enquanto algumas nações abriram as portas para os fugidos da guerra, outras endureceram categoricamente suas leis anti-imigração. Para conscientizar a população mundial, e principalmente os governantes, solidários ou não, quanto as condições precárias dos refugiados, o artista sírio Abdalla Al Omari fez uma série de quadros colocando líderes políticos na pele dos necessitados. Batizada de “The Vulnerability Series”, a coleção traz fortes representações dos mais poderosos do planeta, como Donald Trump carregando uma criança, Vladmir Putin pedindo dinheiro e os últimos presidentes da França, François Hollande e Nicolas Sarkozy, buscando refúgio no álcool. Veja algumas das obras.

Refugiado

Vladimir Putin, presidente da Rússia

Refugiado

Bashar al-Assad, presidente da Síria

Refugiado

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos

Refugiado

Angela Merkel, chanceler da Alemanha

Refugiado

Hollande e Sarkozy, últimos presidentes da França

Abdalla retratou um pouco do que ele mesmo sofreu ao fugir da Síria em 2011. Atualmente residente na Bélgica, o artista levou aproximadamente dois anos para concluir todas as 11 telas que compõem a série. Seus trabalhos estão em cartaz em uma importante galeria artística de Dubai até 6 de julho, onde colecionadores poderão inclusive arrematar algumas das obras. Você pode conferir todas as belas pinturas e ler mais sobre o ensaio no site oficial da galeria (site em inglês).

Fonte: Mega Curioso