Escolha uma Página

Stranger Things é o fenômeno televisivo dos últimos anos. A produção original da Netflix estreou prometendo uma história que misturava ficção científica, terror e mistério. Cumpriu e foi além: ambientada nos anos 80, transportou saudosistas e apresentou à nova geração as delícias daquela época que, até hoje, influencia nossa cultura e costumes.

Os tão esperados novos episódios chegaram no Dia das Bruxas deste ano sob grande expectativa e uma pesada ação de publicidade. Em uma ação inédita no Brasil, por exemplo, a Netflix comprou 1 hora da programação do SBT para divulgar a segunda temporada no formato de um telejornal. Apresentado por Marília Gabriela, o noticiário, ambientado na mesma época da trama, noticiou os acontecimentos da série como se fossem reais, seguido pelo primeiro episódio na íntegra.

Nos últimos dias, a série voltou a estampar as redes sociais através do trabalho de um curitibano. Aproveitando o sucesso de Stranger Things e a mesma vibe dos anos 80, o designer Bily Mariano pegou os títulos dos episódios da segunda temporada e desenvolveu capas de livros com o mesmo conceito usado em clássicos da literatura do terror, principalmente em obras de Stephen King. Confira:

Carnaval
Carnaval
Carnaval
Carnaval
Carnaval
Carnaval
Carnaval
Carnaval
Carnaval

As artes de Bily Mariano rapidamente se espalharam pela web e chegaram até a Netflix americana, que contratou o brasileiro para desenvolver novas artes que serão usadas em cadernos, camisetas, canecas e diversos outros souvenires oficiais. Mais detalhes desse contrato, por exemplo, não foram divulgados.

Não é a primeira vez que as criações de Bily caíram nas graças do serviço de streaming: ano passado, o designer criou capas de HQs a partir do nome dos episódios da antologia Black Mirror, outro grande fenômeno televisivo. O criador da série, Charlie Brooker, entrou em contato com Mariano e encomendou trabalhos que aparecerão na próxima temporada, com previsão de estreia para 2018.

Fonte: Superinteressante