Escolha uma Página

A língua portuguesa é uma das mais belas do mundo. Cheia de regrinhas e conjugações, muitos a consideram como uma das mais difíceis de ser aprendidas, o que é, claro, um exagero. Porém, existem palavras recorrentes no nosso idioma que são pronunciadas de forma errada por grande parte da população. É quase certeza que você já falou algumas delas e, acredite, as vem falando errado durante a vida inteira!

Mas vamos lhe contar um segredo: até mesmo estudiosos e falantes fluentes do português deslizam ao falarem estas (e outras) palavrinhas. Confira abaixo 7 palavras que nos enganam há tanto tempo. (ATENÇÃO: as grafias entre aspas são ilustrativas. Nada de sair escrevendo errado, ok?!)

Nota

Tome nota!

1- INEXORÁVEL
Significa algo inquebrável, rígido, inabalável. Comumente, a lemos como “INECSORÁVEL”, mas o correto é “INEZORÁVEL”.

2- RUBRICA
Você já deve ter ouvido alguém pedir a sua “RÚBRICA” em algum documento. Mas deveriam pedir por sua “RUBRÍCA”.

3- RUIM
Da nossa listinha, essa é a mais usada no dia a dia. Portanto, é a mais falada de forma errada. Quando você não gostar de algo, não diga que é “RÚIM”, mas sim “RUÍM”. Surpresa!!!

4- SINTAXE
Mais uma pegadinha da letra X. Mais comum entre professores e estudiosos do português, ela representa o estudo gramatical das frases. Muitos dizem “SINTÁCSE”, mas o certo é “SINTÁSSE”.

5- SUBSÍDIO
O RH da sua empresa certamente já a usou alguma vez. A Catarina deve ter falado em “SUBZÍDIO”, não é? Pois saiba que o que ela quis dizer foi “SUBCÍDIO”.

6- TORÁCICO
“Como assim?! Vem de tórax, mas se escreve com C?!”. Pois é! Além de a falarmos errado, muitas vezes também a escrevemos de forma errada. Lembra daquele exame do tórax que você fez? Não foi “TORÁXICO”, mas sim TORÁCICO!

7- AEROSSOL
“Ah, não! Parou!! Também venho escrevendo isso errado esse tempo todo?!”. Sim, você, as demais pessoas, as empresas que os fabricam, o mundo! Você não usa um desodorante “AEROZOL”, mas sim AEROSSOL.

Susto

Surpreso?

Você não precisa, e nem deve, se sentir menos inteligente por causa disso, viu? Como dissemos, muitos estudiosos cometem esses e outros erros na hora de pronunciar ou escrever uma palavra. Além disso, apesar de serem consideradas erradas foneticamente falando, a pronúncia equivocada delas são coloquialmente (isto é, popularmente) aceitas. O importante é escrevê-las corretamente!

Dica: caso você tenha alguma dúvida quanto à escrita correta de uma palavra, você pode consultar o VOLP, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. Nele você encontra todos os verbetes do nosso idioma com suas devidas classificações gramaticais. Use e abuse!